Reflexões no Divã...

                           Dra. Carla Navarro Baltazar Feijoo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ed9d6-auto_sabotagem.jpg

 

Superstições e Auto-sabotagem

 

 

 

 

"As superstições têm muito a ver com o processo de sabotagem da felicidade: batemos 3 vezes na madeira sempre que dizemos "está tudo bem"!

Parece que, quando está tudo bem, aumentam as chances de acontecer coisa ruim, como se atiçássemos a ira dos deuses ou a inveja dos humanos.

Porque todos nós temos essa dificuldade de lidar com uma dose maior de felicidade? Porque nos sentimos ameaçados, "morrendo de felicidade"?

Venho trabalhando a questão do medo da felicidade desde 1980; o intuito era explicar a razão do medo difuso que surge nos casais apaixonados.

A paixão define um encaixe delicioso que vem junto com um medo de que algo ruim irá acontecer; o pavor é tanto que ele costuma sair vencedor.

As tendências destrutivas surgem sempre que há uma grande conquista: uma transição para melhor no trabalho, nas finanças, num relacionamento.

Tudo se passa como se cada nova conquista "atiçasse" imediatamente essa nossa tendência destrutiva; e ela, por vezes, pode ser bem intensa.


É como se existisse mesmo um anjo da guarda sentado em um ombro e um demônio no outro: cuidado, pois a mesma inteligência serve aos dois!"



(Por: Flavio Gikovate)