Reflexões no Divã...

                           Dra. Carla Navarro Baltazar Feijoo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Reiki e Enxaqueca



"
Tratei de M.G. homem, 42 anos. Sofria de Cefaléia in Salvas, um dos piores tipos de enxaqueca. Sendo uma pessoa de recursos materiais, já havia procurado ajuda dos maiores especialistas. A única coisa que conseguiu foi um alívio para as dores fortíssimas através de remédios que o deixavam dopado. 


Fizemos 4 aplicações consecutivas de reiki e logo em seguida ele decidiu fazer o curso de nível 1 de reiki, para poder se auto aplicar diariamente. Já faz 4 anos, ele mantém a auto aplicação diária. Nunca mais teve nada.


Já tive um outro caso de Cefaléia in salvas em que a pessoa se auto aplica diariamente e as crises se tornaram mais raras, quando surgem são bem mais leves e duram menos tempo. Mas ainda não atingiu uma cura.


Percebemos claramente duas coisas:

1) Reiki não é milagre, é tratamento;
2) Cada ser humano é um universo único.

Observação: Há casos em que o tratamento de reiki, junto com o tratamento médico ou psicológico acelera o processo da cura. Há casos em que o reiki associado aos tratamento leva a grandes melhoras, mas a cura pode demorar anos. Nos casos em que a cura é impossível, como por exemplo: AIDS ou diabetes, reiki melhora muito a qualidade de vida do paciente."


Por: Cinira Palotta