Reflexões no Divã...

                           Dra. Carla Navarro Baltazar Feijoo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                       O que é Reiki?

Reiki é uma terapia de cura que atua nos níveis mental, emocional, espiritual e físico. Atualmente, é uma das chamadas terapias complementares às clássicas, um método de cura natural pelas mãos.

"REI" significa “universal” e "KI", “a força da energia vital que está presente, pois pertence ao que é cósmico”. Esta é a energia que forma os indivíduos em todas as etapas da vida, a porção de força vital que anima todos os corpos, fazendo com que uns sejam saudáveis, e outros, devido à sua falta, enfermos. O Reiki deveria percorrer todo o ser vivo. Mas o “stress” diário, as tensões que as crises pessoais e sociais nos criam, a má alimentação, a má respiração, impedem o fluxo desta energia natural. Todos sabemos os efeitos da depressão, da ansiedade, do medo, mas poucos de nós somos treinados para evitar estes estados negativos.A terapia baseia-se em posições diversas que são feitas com toques suaves das mãos, cada posição tendo uma indicação específica.

Através deste método, a energia Ki é transmitida pelo terapeuta, e o Reiki pode ser definido como “a arte e a ciência da ativação, do direcionamento e da aplicação da Energia Vital Universal, visando promover o completo equilíbrio energético, para prevenção das disfunções e para possibilitar as condições necessárias a um completo bem estar“.

Na iniciação, que só pode ser dada por um mestre de Reiki, o indivíduo é habilitado a tornar-se terapeuta, transformando-se assim num canal dessa poderosa energia. Aqui, vemos um aspecto importante da terapia Reiki: o terapeuta é um agente, um canal, um facilitador da cura, não um curador; dizemos, sempre, que o principal responsável pela cura do indivíduo é ele mesmo, e o Reiki, diferentemente de outros métodos medicinais radicais e invasivos, vai dar condições para que o próprio organismo atinja a saúde.

O grande sucesso do Reiki é que é seguro, é fácil, acessível a qualquer criança, é simples e, uma vez ativado, permanece energizando o sistema orgânico que recebeu sua aplicação. Também por não ter conotação religiosa e não intervir com outros tratamentos, sua prática vem crescendo dia a dia.